Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
PROGRAMAÇÃO ON LINE
ON LINE
Cirurgia em vídeo é novidade em Ibirama
Geral | 25/04/2019 09:13 | Tatiana Hoeltgebaum | Fotos:

O Hospital Doutor Waldemiro Colautti (HDWC), de Ibirama, já está ofertando cirurgias por vídeo através do Sistema Único de Saúde (SUS). O primeiro procedimento de videolaparoscopia foi realizado na semana passada e nesta semana a unidade, já tinha mais duas cirurgias agendadas.

De acordo com o diretor, Roberto Ferrari, o novo procedimento além de ser gratuito, vai diminuir os gastos do hospital com internação, já que o tempo no pós operatório diminui bastante. “Há alguns meses o nosso hospital já buscava os investimentos nos equipamentos e nos acessórios necessários para que pudéssemos fazer a vídeo cirurgia. No ano de 2017 e 2018 nós acabamos comtemplando esses investimentos. A torre de vídeo custou aproximadamente R$ 60 mil, os acessórios gerais foram mais R$ 90 mil, para a cirurgia geral foi mais R$ 110 mil, totalizando os 590 mil”.

Roberto enfatiza ainda que apesar de não ser uma grande novidadeo procedimento de videolaparoscopia, o grande diferencial é que agora esses procedimentos poderão ser realizados por meio do SUS em Ibirama, fato que antes não acontecia. “Quero esclarecer que a cirurgia por vídeo não é uma novidade na medicina e nem mesmo nos hospitais da região, ela já está bem conhecida e muito amplamente utilizada. A nossa novidade é que o nosso hospital passa a ofertar a vídeo cirurgia, incluída no Sistema Único de Saúde, esse é o grande diferencial da cirurgia por vídeo comparado ao procedimento comum”.

Questionado sobre os benefícios que a cirurgia oferece aos pacientes, ele adianta que são inúmeros. “No que diz respeito à recuperação pós-operatória, por vídeo a recuperação é mais rápida e o paciente pode retornar as atividades diárias em um curto espaço de tempo, diferente se fosse por meio da cirurgia normal. Além disso, o risco de infecção hospitalar diminui significativamente. O tempo que o paciente permanece no pós-operatório diminui, reduzindo os custos para o hospital”.

Projetos futuros

O diretor comentou ainda que um dos planejamentos da direção é ofertar procedimentos na área da urologia e ginecologia. “Com a obtenção dos assessórios instrumentais e alguns equipamentos para a área de urologia e ginecologia, a gente passa a ter condições de fazer futuramente essas cirurgias e isso está dentro do nosso planejamento. Na área de ginecologia já ofertamos por meio de cirurgias normais e no futuro, o equipamento nos dá a possibilidade de realizar por vídeo. Também temos planos de ofertar a cirurgia bariátrica por meio do SUS”, finalizou.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Avenida Nereu Ramos, 226 - Centro - Taió - Santa Catarina - 89190-000 || Fone/Fax: 47 3562-0139 || E-mail:comercial@radio1047.fm.br
2016 Rádio 104,7 FM, Todos os Direitos Reservados.